Quase 73% dos brasileiros pensam em deixar as mídias sociais

Uma pesquisa realizada pela Kaspersky Lab mostra que a grande maioria dos brasileiros pensam em abandonar as redes sociais, pois as consideram uma perda de tempo. De acordo com o estudo, os usuários permanecem em redes sociais como Facebook, Instagram e outros, apenas por medo de perder suas recordações e o contato com seus amigos.

Estudos já mostraram que os usuários tendem a usar dispositivos digitais como um repositório móvel de memórias. Outros estudos também demonstraram que os usuários não conseguem resistir à tentação de checar as conversas e notificações em seus smartphones. As pessoas estão conscientes dessa fixação – 37% dos participantes brasileiros disseram que acreditam estar perdendo tempo nas redes sociais. Quase 73% dos respondentes afirmaram que já pensaram na possibilidade de abrir mão as redes sociais.

Apesar da vontade, as pessoas sentem-se obrigadas a ficar. No Brasil, a grande maioria (68%) acredita que sair das redes sociais pode acarretar no fato de perder seus amigos. Já 21% dos participantes estão menos preocupados com os amigos, mas têm medo de não conseguir recuperar suas lembranças digitais, se precisassem sair de uma rede social.

A Kaspersky Lab está trabalhando em uma solução de armazenamento para lembranças digitais. O aplicativo FFForget permitirá que os usuários façam backup de todas as recordações das redes sociais e guardem isso de maneira segura.

Fonte: Kaspersky Lab

Ilustração de capa: Pawel Kuczynski

Share

Designer gráfico autônomo e fundador do INSPI - Natural de Curitiba, PR.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.