Pessoas estão recriando obras de arte em casa e o resultado é surpreendente

Desde o início do isolamento social, pessoas do mundo todo tem sido obrigadas a se reinventar em diversos setores da vida. As mudanças bruscas de rotina afetaram o dia a dia de muita gente, nos forçando a pisar no freio e dar aquela segurada no ritmo.

Com o intuito de aliviar o tédio, começaram a aparecer os mais diversos desafios e brincadeiras na internet, como é o caso do Tussen Kunst en Quarantaine, uma conta no Instagram que surgiu em março de 2020 na Holanda e desafia as pessoas a criarem releituras de obras de arte usando apenas coisas que tem em casa.

A ideia deu tão certo que viralizou e passou a ser imitada em outros lugares. Alguns museus como o Getty Museum, de Los Angeles e o Pinchuk Art Centre, de Kiev pediram para que seus seguidores também criassem suas próprias versões das obras e publicassem usando as hastags. Assim, a brincadeira foi se espalhando mundo a fora.

Créditos: lil-drummer-girl (Reddit)

Atualmente, diversas contas no Instagram e grupos no Facebook vem reproduzindo o desafio, que não deixa de surpreender quando o assunto é criatividade. Alguns internautas realmente se dedicam em montar cenários e figurinos muito parecidos com as pinturas, outros levam para o lado da paródia e do bom humor, mas sempre de forma criativa.

As versões são as mais variadas possíveis e vão desde pinturas clássicas até arte pop, por exemplo. A ideia é ocupar a cabeça, se divertir e fazer com que a quarentena se torne um período um pouco mais leve para todos.

Selecionamos algumas das melhores versões para você ver e se divertir com a gente. Confira:

Créditos: @freicassio
Legenda: @grl77
Créditos: Alex Woollard
Créditos: Alina Samus
Créditos: Alina Samus
Créditos: Alana Archer
Créditos: @tiikeritiinanen
Créditos: integrateus (Reddit)
Créditos: Louie_lou_eye (Reddit)
Créditos: echothatislove (Reddit)
Créditos: thatdarnchelsey (Reddit)
Créditos: keilasaur (Reddit)
Créditos: DavidFrattenBro (Reddit)

Veja também: 10 pessoas que foram ao museu e encontraram seus sósias nas pinturas

Share