Entrevista com Alex de Marcos, um dos ilustradores mais talentosos da cena espanhola

O INSPI bateu um papo com um dos ilustradores mais talentosos e requisitados da cena espanhola: Alex de Marcos, mais conhecido como Mundopiruuu. O artista dedica-se a todos os âmbitos da ilustração: da área editorial à publicidade para agências do mundo inteiro. Colabora regularmente com grandes marcas internacionais, como Nike, Oysho, Movistar, Levi’s e Ron Barceló. Em 2011, recebeu o Bronze na categoria Ilustração e a Prata na categoria Geral dos prestigiados prêmios ADCI (Art Director Club Italiano).

Seu Instagram reflete a complexidade do universo através de ilustrações incríveis. Os retratos surreais e hiper-realistas que zombam da censura da rede social são o destaque.

Recentemente o artista ficou conhecido aqui no Brasil pelo livro Kurt Cobain – About a Boy, lançado pela editora Belas Letras. A edição especial que conta a vida do cantor foi totalmente ilustrada por Alex e chamou a atenção de todos pela qualidade de cada desenho que remete a tinta a óleo. O ilustrador é talentoso por completo, seja pintando em telas ou desenhando diretamente no Photoshop.

INSPI: Por que você aceitou ilustrar o livro de Kurt Cobain e o que você acha desse ícone dos anos 90?

Alex de Marcos: As primeiras músicas que eu escutei na minha vida foram do Nirvana, com uma fita K7 que tinha rap, este foi o meu primeiro contato com Nirvana e Kurt Cobain. 

Kurt Cobain foi um personagem que eu sempre gostei, pois apesar de ser de outra época ele tinha as ideias que temos agora a respeito da masculinidade tóxica e tudo o que falamos hoje em dia.  Ele tinha músicas como Mr. Moustache que se ri um pouco desses homens com este tipo de masculinidade. Descobri que mesmo ele não sendo homossexual, ele tinha um amigo gay no colégio. Em fato, ele foi preso por ter pichado que Deus era gay. Ele me parece realmente um personagem muito interessante. Essa música, Mr. Moustache, você pode escutar agora e perceber que ela está totalmente atual. Ao redescobrir este personagem e tudo o que supôs a geração X.

INSPI: Você se identifica com Kurt Cobain? 

Alex de Marcos: O meio onde ele cresceu em Aberdeen onde tinha muitas igrejas e era muito católico assim como eu cresci em um ambiente parecido muito religioso e com essa masculinidade tóxica que comentamos. Eu sempre fui considerado o esquisito, pois gostava de desenhar e Kurt Cobain tinha um complexo por ser muito magro e eu também sempre fui muito magro quando era pequeno.

INSPI: Como foi o processo de criação das ilustrações do livro e o que você queria passar para os fãs de Nirvana?

Alex de Marcos: Ao encarar o livro, eu queria que tivesse cor, pois as músicas de Nirvana e Kurt Cobain sempre foram de memorizar rápido e apesar do ruído e do grunge sempre teve melodia. Então, a cor vem como a melodia e logo a plasticidade da obra vem com as pinceladas, pois deve-se notar esse grunge e essa raiva do mundo que Kurt Cobain transmitia em suas canções.

Em outra entrevista que Alex deu para o blog Marvel Crowd, o artista disse que as cores que não podem faltar em sua paleta são rosa e azul. Ele gosta de ter riqueza cromática e passa mais tempo pensando na paleta de cores do que ajustando o desenho. É possível notar isso facilmente em suas ilustrações. Alex classifica sua arte como não-conformista, está sempre em busca de novas estéticas dentro de uma mesma linguagem visual.

Para acompanhar o trabalho dele basta segui-lo no Instagram @alex.demarcos. Confira abaixo mais algumas ilustrações que selecionamos para você apreciar: