Artista brasileira ganha o Oscar em seu primeiro trabalho depois da faculdade

A última indicação do Brasil no Oscar foi em 2020 pelo documentário “Democracia em Vertigem”, mas os talentosos brasileiros sempre estão presentes nas equipes das grandes produções e em 2021 não foi diferente. Uma artista brasileira recém-formada fez parte da equipe da produção que venceu a categoria de melhor curta-metragem de animação. Vem saber mais!

A artista de storyboard, Julia Gomes Rodrigues, de 25 anos, estava na equipe que desenvolveu o curta-metragem da Netflix, “Se Algo Acontecer…Te Amo”. A produção conta a história de um casal que perdeu sua filha e vive um declínio no casamento por conta do luto.

Julia nasceu em São Paulo e mora há 5 anos nos EUA, ela decidiu se mudar para estudar na faculdade de animação do California Institute of the Arts (CalArts). A artista se diz muito sortuda, pois “Se Algo Acontecer…Te Amo” foi seu primeiro trabalho depois da faculdade, e lhe deu a oportunidade de criar com mais duas mulheres, sendo ela a responsável pela animação 2D.

Ultimamente o Oscar vem dando oportunidade para diversos estúdios e não apenas para os grandes, como Pixar, por exemplo. As produções independentes também estão ganhando mais força. Mesmo que Julia tenha saído do Brasil para conseguir reconhecimento na indústria da animação, a paulistana diz que não é preciso sair do país para conseguir trabalhos na área. “Além de você conseguir trabalhar do Brasil para estúdios de fora do país, a indústria brasileira está crescendo todo ano”.

Julia ainda destaca que não é preciso de muita estrutura para começar a desenhar, “você pode aprender o essencial com papel e lápis. Acho que ter uma base sólida é o mais importante em animação, não importa se é para storyboard, design de personagem, cenários ou animação. Se você tem um desenho sólido você já está mais que meio caminho andado, e o resto é focar em qual área você se identifica mais”.

Esperamos que essa matéria inspire artistas brasileiros a buscarem seus sonhos e o reconhecimento que merecem. Para quem ficou curioso e quer conferir a produção ganhadora do Oscar, veja o trailer abaixo.

Fonte: Clube de Criação. acrítica.com