23 November, 2019

Conheça o cara que tirou a primeira selfie da história

Nascido no estado americano da Filadélfia em 1809, Robert Cornelius foi um fabricante de lâmpadas que acabou se tornando um dos pioneiros da fotografia na América.

Vindo de uma família de classe média alta, teve acesso a educação de qualidade desde cedo, despertando assim um interesse especial pelos estudos de química.

Em 1831, aos 22 anos, passou a trabalhar para o pai, se tornando um notável especialista em revestimentos de prata e polimento de metais. Seu trabalho ganhou fama, e logo após a invenção do daguerrótipo (antigo aparelho fotográfico inventado pelo físico Daguerre), Cornelius foi convidado a criar uma placa de prata para o daguerreótipo da Central High School, na Filadélfia, dando início à sua jornada na fotografia.

Em outubro de 1839, Cornelius tirou um auto-retrato do lado de fora da loja da família, que ficou conhecido como a primeira selfie da história. Ele precisou ficar imóvel por cerca de 10 minutos para capturar esse que é conhecido como o mais antigo auto-retrato fotográfico intencional de uma pessoa.

Primeira selfie da história, por Robert Cornelius

Cornelius trabalhou com fotografia até 1843, mas com a expansão do mercado fotográfico nos Estados Unidos, ele acabou perdendo o interesse pela área e percebeu que poderia ganhar mais dinheiro na empresa de iluminação e gás da família, para onde voltou e trabalhou até se aposentar, em 1877.

Hoje em dia, o ato de tirar uma selfie é algo totalmente comum e até banal, mas nem sempre foi assim. Até chegarem as câmeras frontais nos smartphones, muita coisa aconteceu, por isso, vale a pena conhecer essas histórias.

Veja também:
Como eram as câmeras de ação antes da GoPro existir
Cartaz ilustrado mostra uma breve história da câmera fotográfica

Share