Como ampliar o seu catálogo de filmes e séries na Netflix

As VPNs são uma importante medida de privacidade, impedindo que os sites rastreiem seus movimentos online e registrem informações de identificação. Eles embaralham o endereço IP de um usuário, criptografam todo o tráfego, mascaram os provedores de serviços e a localização geográfica, tornando-os uma boa opção para permanecerem privados online e proteger dados e conexões à Internet em locais públicos.

No entanto, essas ferramentas de privacidade nem sempre são funcionais com os serviços de streaming ao redor do mundo.

Nem todas as VPNs funcionam com a Netflix, por exemplo, por isso você precisa de uma VPN para Netflix. Mas porque isto acontece? Porque nem todas as redes privadas virtuais têm boa capacidade de criptografia.

Como as plataformas de streaming compram licenças para programas e filmes de TV específicos por país, a seleção de conteúdo nas bibliotecas deles em todo o mundo varia bastante – a biblioteca da Netflix nos EUA contém mais de 1326 programas de TV e 4339 filmes; o Reino Unido tem cerca da metade disso, com 542 séries de TV e 2425 filmes; enquanto a Netflix licenciou apenas 178 programas de TV e 480 filmes em Cingapura.

Usuários experientes em tecnologia em todo o mundo, interessados ​​na vasta biblioteca de filmes dos EUA, acessam há muito tempo a Netflix americana usando VPNs, que podem ser configuradas para exibir uma localização nos EUA para assistir a programas que não são licenciados para outros países.

Os assinantes das plataformas de streaming também desejam acessar bibliotecas internacionais – ou, é claro, acessar sua própria biblioteca no exterior.

No entanto, alguns serviços tendem a olhar desfavoravelmente para esse cruzamento de fronteiras de conteúdo com restrição geográfica.

Embora as gigantes do streaming tenham sido repetidamente ligadas a uma diminuição na pirataria de filmes em todo o mundo, a mudança de espectadores da TV ao vivo para os serviços de streaming significou uma queda na receita de publicidade das empresas de mídia tradicionais.

O conteúdo de licenciamento tornou-se cada vez mais um fator importante nos resultados de uma empresa de mídia. O que é gratuito para assistir em um país pode ser um exclusivo para o canal de TV de outro país – ou um fracasso se os espectadores puderem transmiti-los gratuitamente em outro lugar.

Por exemplo, alguns programas de TV dos EUA estão disponíveis apenas nos canais de TV paga australianos – mas os usuários australianos do Hulu podem assisti-los facilmente e gratuitamente, acessando a biblioteca da Hulu nos EUA por meio de uma VPN.

Serviços de streaming como o Hulu podem mostrar que estão tentando proteger os fluxos de receita da mídia tradicional restringindo o conteúdo geográfico, para que ele possa ser assistido apenas por pessoas no país em que o Hulu paga pela licença.

Como assistir ao catálogo de outros países

É importante observar que o uso de um serviço VPN é legal; o que é contra os termos de serviço de alguns poucos serviços de streaming é acessar conteúdo com restrição geográfica.

Simplesmente viajar para o exterior e fazer login na sua plataforma de streaming dará acesso à biblioteca de mídia desse país que o assinante está visitando ou morando; ou seja, você não está infringindo nenhuma regra assim.

Se você é um usuário de algum desses serviços e está preocupado com a sua privacidade, veja aqui como usar uma VPN e ainda assistir aos filmes, shows e séries de TV de outros países.

1) Crie sua conta numa VPN que funcione

A ExpressVPN é uma VPN completa para smartphones e computadores; oferece a maior rede de servidores, cobrindo 94 países com velocidades ultra-rápidas e conexão à Internet consistentemente estável.

Um recurso chamado DNS do MediaStreamer permite acessar a Netflix em dispositivos que não suportam VPNs (como TVs inteligentes e consoles de jogos), enquanto também há um aplicativo para o Amazon Fire Stick.

Suas credenciais de privacidade são excelentes, com uma política de ‘zero-logs’ para salvar o tráfego da Internet e um ‘kill switch’ que corta sua conexão com a Internet caso a conexão VPN caia – protegendo assim a identidade do seu computador. Não se preocupe.

2) Escolha o servidor do país que deseja acessar

Basta abrir o aplicativo da sua rede privada virtual e escolher pela bandeira ou pelo nome do país ao qual você deseja visitar o catálogo exclusivo.

3) Divirta-se!

O próximo passo é abrir o serviço de streaming que você deseja assistir numa janela anônima ou limpando os cookies do seu navegador previamente. Descubra novos filmes, séries e shows de TV!

Foto: Bogdan Glisik / Shutterstock

Share