Facebook faz parceria com ilustradoras para incentivar o empreendedorismo feminino

Com o intuito de a aumentar a visibilidade sobre a importância da valorização do empreendedorismo feminino, o Facebook lança nesta segunda-feira (15) uma ação com ilustradoras do Brasil, Argentina e México, conhecidas por usarem a arte para conscientizar sobre temas como igualdade racial e de gênero, resgate da identidade, independência e empoderamento feminino.

A ação integra o movimento #CompreDelas, iniciativa do Ela Faz História, programa do Facebook para mulheres que empreendem. Com total independência sobre suas criações, as ilustradoras foram convidadas a usar o formato lambe-lambe para criar um manifesto de arte no Mês das Mulheres.

O #CompreDelas é um movimento de transformação e defende que quem colabora com o sucesso dos negócios femininos gera renda para elas e suas famílias, e incentiva o maior poder de decisão no âmbito social e econômico, mais diversidade e mais possibilidades de desenvolvimento para toda a comunidade. Em parceria com o Facebook, o portal Universa vai compartilhar, ao longo do mês de março, histórias inspiradoras das empreendedoras em formato de texto e vídeos, como parte da coleção de notícias Mapa da Mina, no site e nas redes da marca.

Por meio do acesso à página da campanha #CompreDelas, que contém informações detalhadas sobre a iniciativa, artistas participantes e demais benefícios e conteúdos disponíveis a empreendedoras como parte da campanha, é possível realizar o download da ilustração em alta resolução para impressão (possibilitando até mesmo o emolduramento) e também no formato para compartilhamento nas redes sociais. Além disso, as artes também poderão ser usadas como stickers, gifs e filtros.

As ilustradoras

O Facebook convidou oito mulheres incríveis para criar ilustrações exclusivas que convidam a população a refletir sobre a necessidade de valorizar o empreendedorismo feminino. São elas:

Eugenia Mello (Argentina)

Nascida em Buenos Aires, Argentina, atualmente mora e desenha no Brooklyn, NY. A artista trabalha ilustrando para uma ampla gama de projetos, desde murais gráficos em grande escala até embalagens de bolso; de livros infantis ilustrados a arte conceitual premiada para jornais, revistas e portais online. 

Josefina Guarracino “Pepita Sandwich” (Argentina)

Nascida em Buenos Aires, além de ilustradora também é autora de quadrinhos. Publicou o “Diario de supervivencia” (Sudamericana, 2016) e “Las mujeres mueven montañas” (Lumen, 2019). É colaboradora semanal no The Lily News, do Washington Post. Vive e trabalha no Brooklyn, em Nova York. As mulheres e a nostalgia são suas maiores inspirações. 

Camila Rosa (Brasil)

Nascida em Joinville (SC), começou sua trajetória como artista em 2010, no Coletivo Chá — um coletivo feminino de street art. Recentemente, como desdobramento do seu trabalho, tem pintado murais em grande escala. Em seu trabalho, busca abordar questões sociais e temáticas que considera importantes partindo sempre de uma perspectiva alternativa sobre o mundo. 

Thais Aguilera (Brasil)

Atua como designer gráfica e ilustradora e possui uma pesquisa de experimentação no universo da colagem e da dança contemporânea. Sua paixão é desenhar formas em conexão com o movimento. 

Ana Flávia (Brasil)

Ilustradora desde 2018, produz arte desde de que se entende por gente. É estudante de licenciatura em artes visuais, mulher lésbica e, com apenas 23 anos, já chama atenção pelas mensagens importantes que transmite com sua arte. 

Renata Dorea (Brasil)

É uma ativista multidisciplinar afro-indígena. Formada em Artes e Design na Universidade Federal de Juiz de Fora, dialoga com as poéticas da descolonização por meio das artes visuais e urbanas, cyberativismo, teatro e audiovisual negros. Seu trabalho tem o foco em gerar protagonismo para mulheres negras via imagens que valorizam as memórias coletivas da população afro-diaspórica.

Silvelena Gomes (Brasil)

Nascida em Fortaleza, atua com as múltiplas formas de representação do corpo preto nas telas, papéis e em outros corpos, por meio das colagens digitais, ilustrações e tatuagens.

Celina Pérez “Cely Húus” (México)

Nasceu em Colima, México. É designer gráfica e ilustradora, mulher nômade e adora a magia, a natureza e as histórias. Busca inspirar e empoderar outras mulheres com o seu trabalho, comunicando seus pensamentos, ideais e valores.