Coffee Art: conheça a técnica que usa café como tinta

A Coffee Art é uma técnica de pintura com café sobre tela ou papel, sem utilizar nenhum pigmento, apenas café e água, é possível aplicar essa técnica utilizando também o vinho como tinta. A pintura com café ficou famosa há 30 anos no oeste da Europa e há 15 anos a técnica ganhou adeptos no Brasil. Toda a fundamentação da Coffee Art vem da fundamentação da aquarela, mas ela possui algumas dificuldades que a aquarela não tem. Vem saber mais!

Para entender melhor essa curiosa técnica, o INSPI conversou com Gilberto Marques, artista e professor há 19 anos, formado em Licenciatura em Desenho pela Escola de Músicas e Belas Artes do Paraná, ele é cofundador da Casa Artes Visuais e é um especialista na pintura com aquarela.

O café não é um material pensado para ser produto artístico, é um alimento, então ele tem um poder de deterioração muito grande. Eu já fiz alguns trabalhos com café e lembro deles terem embolorado em apenas seis meses, mas existem diversos materiais que ajudam a conservar a pintura”, explica Gilberto.

Como preparar o café para usar como tinta                        

As tintas são basicamente feitas por três elementos: pigmento, solvente e aglutinante, no caso do café, ele não possui esses três elementos, então é necessário ter uma interferência de um fixador em spray ao finalizar a obra para fixar a “tinta” e manter ela conservada. 

O café solúvel e o café em grãos moído podem ser utilizados como tinta. Se você adicionar um pouco de água quente no café solúvel, irá conseguir formar uma “pasta” e poderá dissolver ela em diversas densidades, resultando em um trabalho com mais contraste. Já o café em grãos moído pode ser utilizado caso você deseje usar mais trasparência”, explica o professor.

Materiais necessários

Para não errar na hora de escolher os materiais, Gilberto dá algumas dicas de como acertar no papel e nos pincéis para essa técnica.

“Na hora de escolher o papel é importante optar por um que tenha uma fibra que sustente a técnica com água, como papel 100% algodão. Há outros tipos de papel que você pode experimentar, como o papel satinado, um papel extremamente liso que deixa a mancha de café mais suave. Se você gosta de textura, é possível utilizar um papel de grano grosso, caso você queira um papel que seja um intermediário entre o satinado e o papel de grano grosso você pode utilizar o papel hot pressed”.

Já sobre os pincéis, Gilberto explica: “opte pelos mesmos pincéis utilizados para pintar com aquarela, pois eles são pensados para ter um reservatório de água. É possível usá-los por muito tempo e eles continuam tendo uma grande umidade de tinta, mas o artista também pode ser livre para pintar da forma que preferir.”

Se você ficou interessado em começar a praticar essa técnica, que tal conhecer o trabalho de uma artista incrível na Coffee Art? Por meio das redes sociais, o INSPI acabou conhecendo o trabalho de uma artista americana conhecida como @spilt__coffee no Instagram. A artista já fez parcerias com importantes marcas, incluindo a Disney. Confira abaixo alguns dos trabalhos dela.

Share

Maria Tosin é graduada em Relações Públicas pela Pontifícia Universidade Católica do Paraná (PUCPR) e especialista em Mídias Digitais pela Universidade Positivo. É criadora do blog pippoca.com, atuou como pesquisadora na área de artes e mídias digitais, também atuou em agências de publicidade. É uma entusiasta da criatividade e de tudo que envolve o processo criativo.