Artista mistura arte 3D e memórias de infância

Artista mistura arte 3D e memórias de infância

As artes 3D vêm ganhando ainda mais destaque graças a tecnologia que está cada vez mais evoluída. Os artistas estão experimentando novos formatos e ideias para criar e hoje você vai conhecer um pouco mais sobre Clément Morin, artista 3D fascinado pela imaginação da infância. Vem conferir!

Sobre o artista

Clément Morin nasceu em Normandia e é formado pela Gobelins, em Paris. O artista explora em suas criações o olhar nostálgico que tem sobre a infância, misturando divagações, ingenuidade, devaneio e poesia. Depois de dirigir vários curtas-metragens e trabalhar como freelancer para diversas agências, Clément dirigiu “Insignificante” de 2015 a 2019, série em colaboração com o CNRS para o canal Arte, que continua sendo o documentário mais assistido da Arte Web até hoje. Desde 2021, seu trabalho tem como foco a web 3.0, onde suas obras são adquiridas por colecionadores digitais ao redor do mundo. Em 2023, depois de participar do primeiro leilão digital da Sotheby’s Paris, foi contratado para criar uma peça imensa para ocupar o espaço de uma loja de departamento em Paris.

Sobre seu trabalho

Em entrevista, Clément contou que cresceu nos anos 90 e quando o 3D estava começando a aparecer na televisão, no cinema e nos videogames, eles moldaram suas preferências e sua cultura. “Estudei na escola de comunicação visual e artes Gobelins, no departamento de fotografia e depois de dois anos editando imagens, meu lado criativo não estava satisfeito. A animação 3D me permitiu dar um passo adiante”, revela o artista.

Processo criativo e inspirações

O artista conta que aos 14 anos viu o trailer de Spirited Away e depois disso tudo deu certo. As imagens mesclavam animação tradicional com 3D bastante moderno. Ele também era um apaixonado por quadrinhos e pelas cenas cinematográficas épicas e avançadas de videogames, como do conhecido jogo Final Fantasy. “Tenho uma filha de 11 anos e quando mostro a ela filmes da minha infância, meus próprios sentimentos voltam à tona. O Estranho Mundo de Jack, Jurassic Park, De Volta para o Futuro, todos esses eu vejo através dos olhos dela”.

Confira a seguir algumas obras do artista que vão te fazer acessar sentimentos nostálgicos. Se você quer acompanhar os trabalhos de Clément, basta segui-lo no Instagram.

Fonte: clement-morin.com, dfs.com

Share

Graduada em Relações Públicas pela Pontifícia Universidade Católica do Paraná (PUCPR), especialista em Mídias Digitais pela Universidade Positivo e Mestranda em Administração pela PUCPR. É criadora do blog pippoca.com, atua como pesquisadora, é autônoma e já atuou em agências de publicidade. É uma entusiasta da criatividade e de tudo que envolve o processo criativo.