Empresa lança em Cannes primeiro comercial feito totalmente por Inteligência Artificial

Empresa lança em Cannes primeiro comercial feito totalmente por Inteligência Artificial

Empresa lança em Cannes primeiro comercial feito totalmente por Inteligência Artificial

Nem Cannes escapou da onda de Inteligência Artificial em trabalhos criativos, na edição 2024 a empresa americanas de brinquedos Toys“R”Us lançou o primeiro comercial utilizando inteiramente Inteligência Artificial. Saiba mais a seguir!

Sobre o comercial

O comercial tem cerca de um minuto de duração e conta a história de Charles Lazarus, fundador da Toys“R”Us, durante a infância. No vídeo podemos ver como se deu a concepção da loja e de seu mascote, a girafa Geoffrey. No comercial o jovem Charles aparece na loja de bicicletas de seu pai e depois de dormir é transportado para um universo imaginário onde ele encontra Geoffrey. Confira abaixo o resultado.

Sobre a IA Sora

O comercial utilizou a IA Sora como ferramenta, a IA da OpenAI, ela é capaz de transformar textos em vídeos hiper-realistas. A ferramenta foi lançada em fevereiro de 2024, mas segue com disponibilidade limitada para testadores selecionados. Segundo a OpenAI, o modelo compreende não apenas o que o usuário pediu no prompt, mas também a forma como as coisas existem no mundo real. A previsão é que a Sora seja oficialmente lançada para o público geral ainda em 2024.

Sobre o processo criativo

O comercial foi produzido em parceria com a agência criativa Native Foreign e teve muita verificação e envolvimento humano durante o processo de criação. Segundo Kim Miller, CMO dos estúdios criativos da Toys“R”Us, tudo foi criado com texto, mas algumas tomadas se juntaram mais rápido do que outras, algumas precisaram de mais interações. “O bloqueio, a aparência dos personagens, o que ele está vestido, a emoção, o fundo, tudo tem que ser uma dança perfeita, às vezes você criava algo que estava quase certo e outras vezes, não”, completa Miller.

Apesar da evolução da Inteligência Artificial em pouco tempo,ainda notamos alguns problemas de uso da ferramenta, é possível notar algumas deformidades, além de falhas nos movimentos e nas expressões faciais e fisionomia, como citado por Kim, muitas horas foram necessárias para alcançar o resultado esperado, a IA ainda não satisfaz por completo as necessidades do setor criativo.

Foto de Capa: Gudella/Depositphotos.com Fontes: Olhardigital.com.br, Criativosbr.com

Graduada em Relações Públicas pela Pontifícia Universidade Católica do Paraná (PUCPR), especialista em Mídias Digitais pela Universidade Positivo e Mestranda em Administração pela PUCPR. É criadora do blog pippoca.com, atua como pesquisadora, é autônoma e já atuou em agências de publicidade. É uma entusiasta da criatividade e de tudo que envolve o processo criativo.